Verão é época com maior demanda por estagiários em Torres e região

Quinta, 09/02/2017

Por Guile Rocha

______________

 

O começo da vida profissional de um jovem estudante é um período de formação, etapa envolvida por um misto de expectativa, indecisões e pouca experiência. E neste contexto, o estágio é uma boa forma de acumular aprendizado, um canalizador que ajuda na hora de se decidir sobre os rumos que serão tomados pela pessoa posteriormente, no mercado de trabalho.

Cada região tem suas peculiaridades quanto a demanda e procura por estágios. Em Torres, uma cidade de praia e com vocação turística, a oferta por vagas de estágio aumenta pouco antes do período do veraneio - quando muitas empresas e estabelecimentos comerciais estão se preparando para o 'hard work' (trabalho duro) que chega (com os turistas e veranistas) na alta temporada. É o que explica Paula Freitas, há um ano e meio auxiliar operacional e responsável pelo CIEE (Centro de Integração Empresa Escola) da região de Torres.

O CIEE é responsável por intermediar as relações entre as empresas que querem um estagiário e os estudantes que se interessam pelas vagas. "O contrato é feito inicialmente de 6 meses, podendo ser renovado por até 2 anos e rescindido a qualquer momento por ambas as partes, sem multa contratual. O estudante não recebe direitos trabalhistas, apenas a bolsa auxílio mensal e o recesso remunerado - que são 15 dias de descanso a cada 6 meses de contrato ou 30 dias após um ano". informou a  responsável pela instituição em Torres - que atua também junto as outras cidades da microrregião: Três Cachoeiras, Arroio do Sal, Mampituba, Morrinhos do Sul, Três Forquilhas e Dom Pedro de Alcântara.

 

Oferta de vagas e valores das bolsas

 

Por aqui há oferta tanto para estudantes do ensino médio quanto para quem está numa faculdade. Paula Freitas indica que, na região, o número de vagas é maior para quem tem mais de 16 anos e está no ensino médio. Já as vagas para o ensino superior são numerosas nas áreas do direito e administração. "É amplo o número de segmentos que procura estagiários para atuar, mas são as prefeituras que contratam em maior volume junto ao CIEE - ainda mais em época de mudança (das gestões municipais), quando contratos novos são feitos, e outros refeitos", ressalta Paula, que continua: "O Senac (Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial) é outra instituição que demanda frequentemente estagiários, bem como os órgãos da justiça, comércios, escritórios, empresas locais do ramo da arquitetura, construção civil e advocacia".

Paula Freitas explicou que as remunerações das bolsas concedidas aos estagiários não tem um preço fixo, mas em Torres ficam em torno de  R$ 500 (para estudantes do ensino médio) e R$ 700 (para estudantes do ensino superior). "A carga horária de estágio não deve exceder 6 horas diárias ou 30 horas semanais.  O CIEE cobra da empresa uma taxa de 20% em cima do valor da bolsa do estudante mensal. Ou seja, se o valor determinado para o estagiário receber for R$600,00, será combrado da empresa este valor mais R$120,00 mensais".

 

O que se espera de um ESTAGIÁRIO?

 

O que se espera dos candidatos a uma vaga de estágio é que consigam organizar um bom currículo e saibam como se portar com desenvoltura na entrevista com o possível empregador. Atributos estes que, conforme a responsável pelo CIEE de Torres, devem ter sua base reforçada na escola e faculdades (por meio de palestras, ideia que o próprio CIEE planeja incomrporar na região em breve).

"Após assinado o contrato de estágio, as empresas e instituições da região costumam se mostrar flexíveis quanto ao fato de ensinar o estudante sobre as suas práticas no trabalho, sendo que geralmente os contratos não são rescindidos. Mas certamente manter uma postura profissional e a vontade de aprender são atributos que contam a favor do estagiário", finaliza Paula Freitas.   

 

SERVIÇO - CIEE Torres

 

Endereço: Condomínio Edifício Veneza - 351 Sala 15, Av. José Bonifácio - Centro, Torres

Telefone:(51) 3664-2855

Horário: De segunda a sexta, das 08:00–12:00 e das 13:30–17:30