Torres: Balonismo 2017 já tem data marcada

Quinta, 20/10/2016

É oficial. O 29º festival internacional de balonismo de Torres já tem data marcada. Será entre os dias 28 de abril (sexta-feira) e 1º de maio (segunda-feira) do próximo ano. A data ficou acertada hoje na reunião de avaliação do evento entre a prefeitura e a Air Show. O grande desafio para 2017 será a recuperação e drenagem do parque do balonismo, que foi castigado pelas chuvas em 2016.


Cerimônia de encerramento do 28º festival de balonismo

Na cerimônia informal, a prefeita Nílvia Pinto Pereira agradeceu a participação de todos que contribuíram para a realização do evento: servidores municipais, patrocinador, apoiadores, trabalhadores que permaneceram no Parque atuando em diferentes áreas, imprensa, público em geral e em especial a participação dos balonistas. “Sem vocês não haveria Festival de Balonismo”, disse. O 28º Festival contou com a presença de 51 balões. O estado do terreno do Parque em consequência das fortes chuvas nos últimos dias em Torres foi abordado pela prefeita na oportunidade. Falou aos balonistas de que esta infraestrutura é uma preocupação deste o início da gestão, porém o Estado não encaminha a transferência da titularidade da área. Desta maneira o município fica impossibilita de aplicar recursos públicos no local.

Por se tratar de um evento já consolidado, o responsável pela organização técnica, Bruno Schwartz, da Air Show, disse que seria parceiro após esta conquista junto ao Estado, no que se refere a manutenção de melhorias que viriam para o terreno do Parque. Comentou que no sábado à noite, 23, alguns balonistas não participaram do Night Glow, na Arena de Balões com receio de danificação devido a má condição do tereno, Apesar do mau tempo, ele avaliou que os balões no céu de Torres foram um espetáculo concretizado quando as condições climáticas permitiram. “Para o próximo Festival vou falar com São Pedro ou comprar o Sol” disse.

Pouso no mar

Uma instituição destacada pela organização do evento foi o Corpo de Bombeiros de Torres, principalmente na atuação realizada na manhã de domingo quando por volta das 8h30, dois balões fizeram pouso forçado no mar e seus pilotos tiveram de ser resgatados com a ajuda de um bote. Felizmente foi só um grande susto. O único a ter problemas com o envelope do balão foi Guto Marques, de São Paulo. Filipe Tostes, de Goiás, permaneceu por alguns minutos com seu balão próximo a água. O Corpo de Bombeiros teve uma atuação exemplar, disseram os pilotos. A equipe foi aplaudida de pé pelos balonistas. Uma corrente de ar teria jogado os balões a cerca de um quilômetro da orla.

O 28º Festival Internacional de Balonismo de Torres é uma realização da Prefeitura, por meio da Secretaria de Turismo com o patrocínio da Pinho e apoio da RMS, Sosseg, AST, De Lucca e Lamp Soluções em Tecnologia. Para a concretização do evento houve a parceria de muita gente, disse a secretária municipal de Turismo, Vivian Rocha, elencando inicialmente o nome dos servidores da Pasta. Na data de divulgação dos vencedores do Festival, ocorreram muitos agradecimentos, homenagens, distribuição de troféus, estátuas, quadros, certificados e mais outras manifestações pelo reconhecimento ao esforço de todos os que, de uma forma ou outra, contribuíram para esta edição do Balonismo. A secretária também fez agradecimento especial à rede hoteleria e à rede gastronômica que atenderam gratuitamente os pilotos e equipes, à rainha e princesas do 28º Balonismo que contribuíram para a divulgação da festa, Secretarias da Prefeitura, patrocinador, apoiadores, ao Comando da Guarnição de Socorro do Corpo de Bombeiros, à Brigada Militar, entre outros.